Anna Dixit Extra

Anna Dixit Extra – Pássaros e reis

Para quem leu a edição nº 19 do Anna Dixit (quem não leu, assine já ou pegue no arquivo a partir da segunda-feira, dia 2/4), vou me estender um pouco mais no assunto, recomendando alguns livros que inspiraram as obras citadas na newsletter. E quem tiver mais recomendações, aceito! 😀

Na edição 19, eu falei d’A Espada na Pedra. Para quem lê em inglês e tem uma graninha sobrando, vale investir na versão da Penguin com os quatro livros da saga arturiana de T.H. White, The Once and Future King (da qual A Espada na Pedra é o primeiro volume), com texto de introdução do Neil Gaiman.

O livro que inspirou T.H. White a escrever A Espada na Pedra foi Le Mort D’Arthur, de Sir Thomas Mallory. O texto já é de domínio público, por isso você consegue encontrar edições gratuitas por aí (como esta, para o dispositivo Kindle). Aconselho, porém, a comprar uma edição comentada – afinal, o idioma mudou um bocado desde 1485, quando o texto foi publicado pela primeira vez. De novo, para quem lê em inglês, a sugestão é investir na edição da Penguin.

Também mencionei F de Falcão, da Helen Macdonald, que reacendeu em mim o amor pela falcoaria. É facilmente um dos livros que eu levaria para uma ilha deserta. Ela faz uma linha de comparação de sua vida com a de T.H. White, especialmente durante a composição do livro The Goshawk – mas também cita outros livros sobre falcoaria e a relação que temos com estes animais tão fascinantes. Um deles merece menção honrosa: The Peregrine, de J.A. Baker, que é uma das coisas mais belas já escritas no idioma inglês.

Livros em que os pássaros são catalisadores (ou símbolos) da trama, existem vários.  A Kestrel for a Knave (Barry Hines), por exemplo, é de chorar até virar pó. Fernão Capelo Gaivota (Richard Bach) foi um clássico incontornável dos anos 1970 e ainda tem seus méritos. Six of Crows (Leigh Bardugo, versão brasileira com tradução do Eric Novello) usa bem a imagem do corvo para contar sua trama. Outro corvo bem famoso é aquele do poema do Edgar Allan Poe – nesta edição da Darkside, o leitor tem acesso às versões de Machado de Assis e Fernando Pessoa para o nevermore, entre outras coisas.

E você? Tem algum livro que gostaria de acrescentar à lista? Me conta aí nos comentários!

A foto do falcão e seu falcoeiro é do Alex Blăjan e veio da Unsplash.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s